Home / Conteúdo / Notícia

http://is.gd/IPeDOk|http://is.gd/IPeDOk|http://www.webrun.com.br/h/noticias/diet-light-e-zero-aprenda-as-diferencas-entre-eles/13210
Notícias

Por Bruna Iasi (Arquivo) | 25/01/2012 - Atualizada às 07:30

Diet, light e zero: aprenda as diferenças entre eles

Cuidado para não ter problemas com a dieta

  • É sempre importante ler o rótulo do produto Crédito: Gina Lee/ Stock.Xchng

O consumo de alimentos Diet e Light tem aumentado muito nos últimos anos. Entre 1998 e 2008 o crescimento foi de 800%. Com este consumo, surgem algumas dúvidas muito comuns, como: qual a diferença entre o Diet e o Light? O refrigerante Zero é a mesma coisa que Diet? O Light pode ser consumido por diabéticos? Entre tantas outras. Mais fácil do que responder a estas perguntas é explicar a diferença entre estas denominações.

Diet: este termo é utilizado em alimentos que estão isentos de algum item em sua fórmula. Desta forma o termo só pode ser aplicado a alimentos destinados a dietas com restrição de nutrientes, como carboidrato, gordura, proteína ou sódio. Um chocolate Diet, por exemplo, não contém açúcar. Os alimentos Diet são regulamentados pela Portaria SVS/MS nº. 29/1998, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). E é exigência da Anvisa que todo produto Diet contenha no rótulo a frase "Consumir preferencialmente sob orientação de nutricionista ou médico".

Light: a definição de alimento Light deve ser empregada nos produtos que apresentem redução mínima de 25% em determinado nutriente ou calorias comparado com o alimento convencional. Na embalagem deve constar uma tabela comparativa com o alimento convencional.

Zero: termo muito comum utilizado para refrigerantes. Na maioria das vezes indica que o produto é “zero açúcar”, o que seria sinônimo de uma bebida Diet. Essas apostas de troca de denominação fazem parte de uma estratégia de marketing, que busca atingir públicos diferentes com produtos bastante semelhantes (por ex: refrigerante zero e refrigerante light).


Bom, mas o que estas definições indicam na prática? Indicam uma necessidade de atenção no rótulo e na tabela nutricional destes alimentos. Usando o chocolate de exemplo, uma pessoa pode acreditar que o chocolate Diet é menos calórico por sua denominação, porém, na prática o chocolate Diet é mais calórico que o normal. O açúcar é trocado pelo adoçante, e para se manter textura e palatabilidade a gordura é acrescentada, muitas vezes tornando-o mais calórico que o normal. Já o chocolate light traz a redução de algum nutriente específico ou do valor energético. É preciso consultar a tabela nutricional, na embalagem, para saber se essa redução é conveniente para a dieta do consumidor. Ou seja, o Diet normalmente é mais calórico que o Light quando se fala em chocolate.

Por isso, o ideal para quem deseja perder peso é fazer uso de alimentos Light, que são menos calóricos, normalmente com menor teor de gordura (o que é positivo quando se pensa na saúde como um todo) e baixa quantidade de açúcar.

Outra coisa importante é sempre ler o rótulo da embalagem, Muitas vezes o produto é calórico mesmo sendo Light, afinal, o produto convencional é muito calórico e o Light precisa ser apenas 25% menos calórico que ele. Ou ainda, para alguém que esteja realizando restrição de açúcar, o produto Light pode conter açúcar em quantidade reduzida, mas ainda assim este faz parte de sua composição.

Espero que estas dicas ajudem nas suas próximas compras!

Bruna Iasi (Arquivo)


Consultora Webrun da seção Mulheres. É bacharel em Nutrição pela São Camilo e Especialista em Fisiologia do Exercício pela UNIFESP - EPM.
Blog: http://www.aventurasdeumacozinheirainiciante.blogspot.com.br/ Contato: bruiasi@yahoo.com.br

Comentários

Publicidade

Publicidade